O CAMINHO DA LUZ OK
O CAMINHO DA LUZ OK

 

 As imagens usadas neste site foram tiradas da net sem autoria das mesmas.

 Caso alguém conheça o autor das imagens, agradeceremos se nos for comunicado,

 para que possamos conferir os devidos créditos.

 Grata<>Maju

 

Nem sempre em uma fila o que está em primeiro é o mais importante... 

 Nem os que se assentam nos primeiros lugares,

 são os mais elevados perante o Alto.

 

 

O Caminho da Luz, a que nós Budistas Iniciáticos nos entregávamos,

era o da Grandeza Interior;

 uma prática e um simbolismo na descoberta do Verdadeiro Caminho.

 

O Companheiro que levava a Luz, e que parecia ser o condutor dos companheiros,

era justamente o que necessitava descobrir o Caminho!...

 Íamos em Oração silenciosa, por madrugadas seguidas e silenciosas,

apenas com esta pequena lanterna à frente;

 

Ao mais novo Companheiro,  era-lhe cedida a oportunidade, pelo mais velho,

 de clarear o caminho a seguirmos.

Era uma deferência ao menos conhecedor destas nossas práticas de interiorização.

O Carregar a Luz, clareando o Caminho, era o Símbolo da Confiança, da Fé

na Orientação a ser recebida do  "Alto”.

 O caminho a seguir, já era conhecido pelos mais antigos,

 e a Luz da Lanterna,  só os passos dele iria clarear...

A Abertura da Mente, sintonizada ao mais  "Alto", 

e o desejo do Neófito em acertar o Caminho desconhecido,

dava-lhe a certeza da necessidade da busca na Orientação Divina.

Era o Momento da Fé, da Crença na Luz... 

 Na outra Luz, direcionada,

mais forte e mais promissora do que a fraca e simples Lanterna da Terra.

Ele acreditava que guiaria os Mestres... Eles os Monges,

 sabiam que tropeçariam, apenas com a fraca Luz da Lanterna;

Ele saberia após, que a Verdadeira Luz, vem da Orientação Interna.

O Monge

  Psicografia: Maju

CopyrightMaju<>Todos os Direitos Reservados

 LIVRO DE VISITAS <> ASSINAR @ LER

MENSAGEM ANTERIOR       NOVA PÁGINA