AS VIDAS SÃO ESCOLAS OK
AS VIDAS SÃO ESCOLAS OK

Uma represa se rompe e águas barrentas escoam.

Necessitam ser liberadas para que  águas novas e limpas

  se instalem neste Açude.

 E que este Açude possa suprir então, reservas ambientais.

 

As primeiras estavam infectadas pela invasão de águas impuras,

ali despejadas por afluentes contaminados que penetraram no rio principal, 

o que abastecia o Açude.

A renovação e o tratamento das novas águas

que servirão de suporte aos habitantes dessa grande cidade, continuará a ser feito. 

 Mas, novos rompimentos suceder-se-ão, se novos afluentes contaminados,

suplantarem o nível deste Açude.

 

Esta é uma citação Filhos, sentido figurado que vos apresento,

para que estudeis a Lição que vos passo.

Cada um de Vós será esclarecido de acordo com sua capacidade de discernimento.

 

Para vossa ajuda,  como Mestre,

 vos esclareço na necessidade do cultivo dos bons ensinamentos

e atitudes corretas que devereis ter, para que não contamines em vosso caminhar,

este Rio Principal, afetando muitas vezes o vosso Irmão em curso.

Deveis ser afluentes de águas puras,

para não contaminardes o rio que abastece a grande Cidade.

 

Quando um Açude se rompe, as Águas deveriam ser desprezadas.

Todos vós possuís: Um Açude, Um Rio Principal e seus Afluentes...

Meus Discípulos Amados, Meus filhos: àPediria Eu,

que conduzissem vossas vidas, através de vossas próprias experiências...

  Que nenhum Mestre ou Dogma Religioso

 influencie os Vossos Caminhos e Decisões. 

A Escolha vos é dada à Livre...

 

Somente Um Mestre Existe!...

Vós mesmos sois os Vossos Próprios Mestres a ensinar os vossos caminhos.

 Portanto, foi necessário  tropeçardes inúmeras vezes!... 

Aprendeste com a queda, o Caminho que não mais seguirias...

  Foi necessário que a desilusão abatesse o vosso ânimo,

para saberdes onde, porque e como, agistes ....

 

As Vidas são Escolas.

Aqui como Mestre me apresento hoje,

mas nada  tenho a vos dizer; à Apenas Convosco Estou...

 

No Caminho, Um Passeio...

Anunciava-se uma Tempestade...    Coriscos cruzavam os Céus...

 Ofereceram-nos Abrigos, mas, não foi suficiente para cobrir a todos...

 Mesmo aturdido, refleti e guardei o que recebi...

Todos descreram das nuvens...  

E, todos se molharam...  Os abrigos eram poucos.

Não devemos conceder  privilégios.

 

O Monge 

  Psicografia: Maju

CopyrightMaju<>Todos os Direitos Reservados

LIVRO DE VISITAS <> ASSINAR @ LER

 MENSAGEM ANTERIOR        NOVA MENSAGEM