Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
A DESISTÊNCIA OK
A DESISTÊNCIA OK

 No interior de um Mosteiro, no salão principal de um Templo,

está um grupo de Monges e um capuz lhes cobre a fronte.

 Dirigem-se ao Salão dos Mestres, mas, um deles, um jovem discípulo,

 afasta-se do grupo.  Esquiva-se e retira-se do Grupo de Mestres.

Sai do Salão, pensativo, tristonho e desce o capuz, que lhe cobre a fronte!

Acha-se indigno de ali permanecer.
Julga-se impuro, Indigno de seguir a Doutrina que abraçara! 

 

Os anos se passaram. O tempo fora perdido... Não alcançara o Nirvana!

Abandonaria? Esta incerteza sempre o acompanhara!

Essa foi à hora da negação do Ser...  A desvalorização do Ser pensante!

A desistência do real valor...
Pois muitos daqueles Mestres reiniciam essa caminhada diariamente.

Vivenciam a não desistência; à o persistir sempre!

 

 

O Jovem não notou! Todos os Mestres desceram seus capuzes;
simbolizaram a União, a Humildade, a Solidariedade!

Caminhar é vencer a si próprio

na introversão e persistência em busca da Luz...

Os tropeços diários deverão ser estímulos,

 para vencer-se e buscar forças para prosseguir...

 

 

 Monge Lao 

  Canalização: Maju

Copyrigth Maju  >>>  Todos os Direitos Reservados 

 LIVRO DE VISITAS <> ASSINAR @ LER

PÁGINA ANTERIOR     PRÓXIMA MENSAGEM